Bactérias aterrorizam agricultores nos cafundós do país

Bactérias aterrorizam agricultores nos cafundós do país

0 720

  Um exército de novas bactérias tem atormentado a vida de produtores rurais nas colônias agrícolas do país.
   Habituados a comer de sua produção in natura, nem mais o fruto do extrativismo escapa do controle das autoridades sanitárias.
   Incentivados a produzirem alimentos, os pequenos produtores nãos sabem mais para que lado se atirar, tanto e tamanho são as orientações quanto aos cuidados necessários com a produção e trânsito de alimento.
   A situação e tão grave que muitos só não comem por não terem o que, mas temendo serem visto consumindo produto sem o selo federal o que lhe acarretaria uma série de punições e complicações.
Quando incentivados a destinarem suas produções para mercados próximo, a cada dia deparam-se com uma série de novas exigências que tornam a tentativa uma vã esperança. Pior, sempre eles é que são os culpados por não estarem devidamente ajustados a série de criações que abunda e invadem seus cada vez mais pequeno mundo.
Uma das maiores preocupações que afetam a categoria, são as tais bactérias, uns ‘bichinhos’ que segundo deduzem, seriam as culpadas pela transmissão de todo tipo de doença.
Em alguns rincões, asoberbaços com o veneno das grandes plantações, com os secantes antes da colheita ou a injeção da ‘engorda’, o câncer que lhe força a porta e o número infinito de pragas que lhe impossibilitam qualquer sucesso em suas plantações, ainda tem àquelas…, as bactérias.
Diante da possibilidade de vir a provocar o mal para meio mundo e ser responsabilizado por tal, comem a carne do boi-sequestro e ainda tem que suportar a onda de praga que nem se renova a cada 4 ou 5 anos, vida triste.

ARTIGOS SIMILARES

0 79

0 75

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta