Obrigado, Adão Miguel Ferreira!

Obrigado, Adão Miguel Ferreira!

0 286

Nota:
O Liberdade – O Jornal, se sente lisonjeado, por ter entre sua fila de colaboradores, alguém do ‘nipe’ de Adão Miguel Ferreira, fato este fortemente afirmado por leitores do jornal que o citam, em não raras vezes, falando sobre suas tantas qualidades e exemplo, principalmente ao mais jovens.
Loja de Calçados Farroupilha; Dra. Advogada, Ivone Andrade e família; Dra. Advogada, Simone Meottí; Dr. Advogado, Enio Marciano; no Caibaté; muitos em Santo Ângelo e inúmeros, aqui, em sua terra, São Miguel das Missões.
Adão, pai de extensa família, já viúvo, cuida da mesma como a mãe cuida da ninhada.
Apaixonado pela leitura, frequentou as primeiras séries da Escola, aqui mesmo no interior do município, mas orgulha-se de dizer que nunca parou de ler, de se informar.
Filiado ao Círculo Esotérico ao qual defende seus melhores ideais, Adão cata por todo o canto livros e ensinamentos dos mais diversos escritores e, com uma sensibilidade única, traz aos apreciadores do Liberdade, não só o grande alento que tanto representa para este pequeno jornal, mas primícias que somam na vida daqueles que buscam na arte da leitura, alimento para suas almas, riquezas para seu próprio conhecimento, daquilo que realmente importa.
Há quem tenha nos dito, que recorta do jornal, os textos de Adão Miguel, tal é o carinho que mantêm com facilidades tantas e a admiração por este pequeno agricultor que vive ‘espremido’ por grandes lavoureiros que o hidratam de tudo, do secante ao adubo.
Adão Miguel passou por muitas… teve oportunidade de conhecer da dor, às dores que o mundo oferta. Resistiu como ….. como dissemos, brincando com ele -, como ‘o mais puro cerne de grápia’ e assim permanecerá por muitos e muitos anos…
Uma das coisas mais incríveis e que e nos deixa perplexo, confesso, é quando tenho a feliz oportunidade de visita-lo, em sua casa, ouvir de sua boca palavras de gratidão por nossa tão discreta presença ante tanto.
Sim, ante tanto que vimos, que sentimos ao visita-lo e, outra vez, ouvir de sua imensa sabedoria, de sua incansável busca pelo que julga certo, de sua sempre em alta vontade de alertar para a necessidade de se aprender mais e mais.
No velho São Miguel, das Missões, o LOJ tem cavado cabedais, tantos…. e, há que ainda diga que muitos ainda procuram por estes, pelo território todo. Vão com aparelhos….
Mesmo após tantos anos que se passaram, desde os tempos que, dizem, teria sido escondido à maioria daqueles, justo agora, à luz do sol, temos encontrado tantos…, tantos…. e, mesmo neste mesmo mundo onde os processos de desenvolvimentos acontecem de forma tão anárquica, de forma tão agressiva e violenta, lá vamos nós a encontrar Adãos, nas restingas, nas taperas, nas costas de rios que ainda não conseguiram apagar e que ainda guardam algum vestígio deste manancial tão farto, eventualmente tão à flor, como também muitos já soterrados pelo desenvolvimento natural de um progresso questionável.
Na nossa gente, a mais simples e que nem vê, mas sente até seus vestígios desaparecerem de há pouco para trás, o Liberdade – O Jornal persiste, mesmo amassado por prefeituras e políticos do momento, a colher e guardar para um dia a mais, por um dia a mais, àquilo que para muitos, discretos, mas realmente importante, estas ‘lembranças’ vivas de nossas riquezas que – parece -, não interessam mais.

ARTIGOS SIMILARES