Petróleo do Rio Grande do Sul: ANP vai leiloar área gaúcha em...

Petróleo do Rio Grande do Sul: ANP vai leiloar área gaúcha em 2015

0 764

Petróleo do Rio Grande do Sul: ANP vai leiloar área gaúcha em 2015

O Rio Grande do Sul reverteu expectativas e deve ser incluído no próximo leilão de áreas exploratórias de petróleo, anunciado para o primeiro semestre de 2015. A Bacia de Pelotas foi definida como uma nova fronteira de produção pela diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, na abertura da Rio Oil & Gas 2014, no Rio de Janeiro. “É uma virada de jogo. A inclusão da área será uma vitória importante para o Estado, fruto do esforço que temos feito no governo para colocar a bacia gaúcha nos planos imediatos da Petrobras”, comemora o secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Mauro Knijnik.

O vice-presidente da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI), Aloísio Nóbrega, ressalta que a Bacia de Pelotas não participava de leilões de áreas exploratórias há quase dez anos. “Desde 2005 que o Estado estava fora do radar de possibilidades da Petrobras. Ao que tudo indica, Pelotas reconquistou o status de bacia com potencial petrolífero”, argumenta o dirigente.

A Bacia de Pelotas se estende do Paraná até o Uruguai, passando por Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A área é similar à estrutura da bacia do Uruguai, que recentemente promoveu uma rodada em área próxima ao Brasil e foi bem sucedida. Grandes operadoras internacionais, como as britânicas BG e BT e a francesa Total assinaram contratos de exploração com o governo uruguaio.

Histórico dos leilões

A 13ª rodada de licitações para exploração de petróleo ocorrerá no primeiro semestre de 2015. As áreas a serem ofertadas ainda estão em análise pelo Ministério de Minas e Energia e pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), e devem ser aprovadas ainda pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

Em 2014, a ANP não realizará nenhuma rodada, após promover três certames em 2013, sendo um deles no novo modelo de partilha de produção, no pré-sal.

A 12ª rodada foi realizada em novembro de 2013, quando foram ofertados 240 blocos, tendo sido arrecadados R$ 165,196 milhões. Antes disso, em maio, a 11ª Rodada de Licitações de blocos exploratórios de petróleo arrecadou R$ 2,82 bilhões a título de Bônus de Assinatura. Na época, foram arrematados 142 dos 289 blocos oferecidos.

 

Texto: Denise Nunes

 

ARTIGOS SIMILARES

0 455

0 431

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta