Poeta Dirceu em visita ao LOJ

Poeta Dirceu em visita ao LOJ

0 150

Visitou o Liberdade, o Delegado da Estância da Poesia Crioula da Academia Xucra do Rio Grande, poeta, estancieiro a agricultor, José Dirceu Dutra:

 

Homem de inspiração fácil, de criatividade larga, anda na luz, leva a luz e a distribui por este emaranhado de bretes e de alambrados de todo tipo e que só ele como poeta que é, atrai a si a tarefa de fazer o povo visualizá-los cada vez mais com opacidade e alargar seus horizontes.

“ O mundo é dos livres e a liberdade, embora utopia é algo que nos faz felizes por vivermos à persegui-la”, nos ensina o poeta, José Dirceu Dutra.

Dirceu se ‘levanta’ ao questionarmos o nome dos pais:

-Filho de Porfírio Vasconcelos Braga Dutra e de Eva Boys Dutra, confessa. Dirceu tem uma única irmã: Paula do Carmo Dutra.

Premiado em inúmeros lugares no Estado, por seu trabalho reconhecido como poeta que é, José Dirceu foi laureado por várias vezes na cidade universitária de Santa Maria, como da Estância do Minuano, na 1ª e 7ª Tertúlia, em vários municípios missioneiros e tantas outras regiões do Estado sulriograndense.

Dirceu também é escritor de dois livros:

-Versejar é Uma Crença e Eterno Retorno.

Com a sensibilidade à flor, característica inseparável dos predestinados à arte da poesia, do repentismo, José Dirceu sente como poucos as coisas que tangenciam o povo ou, que perambulam aí perto, formatando e decifrando a espiritualidade tão plural da sua gente.

Assim que, entre as dores e picos de sensitividade, tantas, nos relata ter visualizado e traduzido em versos sua homenagem ao santuário localizado em São Miguel das Missões e chamado de “Fonte Missioneira”, situação vivida quando um infeliz resolveu quebrar e surrupiar um anjo do mosaico ali exposto ao céu aberto.

Local inseguro em algumas horas, quase atirado à própria sorte por vezes, ainda por cima, como corretivo, teve a correção feita por um simples banho de cimento como que a compensar desinteressadamente o que é praticamente insubstituível, mas que poderia merecer um respeito maior, se uma vez fosse destinado algo mais adequado no espaço rico onde fora furtado.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta