Projeto do presidente Bolsonaro congestiona telefonia no extremo Sul do país

Projeto do presidente Bolsonaro congestiona telefonia no extremo Sul do país

0 72

-Senador, será que via aprová?
Mas, já pensou, como é que vamos ficar, toda esta gente na rua, a pracinha, o banco, o posto de saúde, não vamos mais ter polícia e a amarela pra vim de lá, quando?
-Não, se se depender de mim, não aprova nunca, sabe que não.
-Não gosto nem de pensar, mas então o senhor acha que não!
-Pode ter certeza, não aprova, nunca. Eu até sou a favor do presidente, mas isso não, é loucura.
Bem, contam, que pelo menos três senadores tiveram que ampliar o número de seus assessores para afirmar que não irão aprovar a extinção de pequenos municípios. Que o emprego, que já é grave, ficaria insustentável.

                  —————

Guedes segue Moro no caminho do cozimento

Se o ministro, Sérgio Moro teve seu projeto desidratado que nem seco com gripe aviária crônica, Guedes, com a ideia de reduzir tetas no setor público está a porta de ver-se em franco espaço de guerra pura.
Políticos e desocupados passam a todo instante infernizando o governo, prevendo um final do mundo caso isso venha a acontecer. Um desespero puro e pouco ainda visto pelo povo. É como o cancelamento das assinatura do jornal UOL, já imaginou?
Imaginem, por exemplo, matoqueimadenses sem a prefeitura?… tendo que viajar cerca de 1 até 3km a mais para chegar a outra, o que será de seus quase 2 mil moradores?
Justo agora que acabaram de fazer a monumental Câmera, um verdadeiro Maracanã dentro das Missões?
E a prefeitura, que por si só, em seus corredores, seria capaz de abrigar toda a população urbana, na horizontal, em cado de guerra nuclear? Sim, guerra nuclear, pois suas paredes de tão fortes que foram feitas, seria capaz de conter o impacto de uma explosão destas bombas latinas?

O que é divertido:
É ver como reagem os prejudicados, os habituados a mamarem, a sangrarem o próprio povo, passando à vida convencendo a eles que sem eles, eles não mais poderiam existir.
Ver o quanto o povo está bitolado ou não, acreditando ou não, em sua extinção, caso estes não raras vezes, cancros em que se transformaram prefeituras pelo exagero e desrespeito que se tornou não o funcionalismo empregado nos serviços público, mas o que políticos em seus cargos, transformaram este setor que hoje se opõe em grande parte ao que espera à sociedade e até eles mesmos?

Não se preocupem, caso aconteça – o que meio mundo duvida -, nem todos morrereis!

Bolsonaro ao menos não morreu e, moro, enfraquecido continua aí. 
Quedes há de sobreviver.

 

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta